NavazosNavazos

A Niepoort e a Equipo Navazos juntaram-se para elaborar este Vinho, feito 100% com uvas da casta Palomino Fino, provenientes de uma das vinhas históricas de Albariza, na região Espanhola de Jerez de La Frontera. O vinho foi produzido seguindo as mesmas técnicas de vinificação de há dois séculos, quando as uvas eram fermentadas em barrica, com leveduras indígenas e o vinho envelhecido sem fortificação, sob véu de leveduras (“flor”), durante 4 a 5 meses. A tradição e o futuro juntam-se num vinho fantástico e original.

Vinificação

Prensagem suave das uvas, seguida de fermentação em barricas velhas de carvalho americano (cerca de 40 anos), chamadas “botas”. Temperatura controlada naturalmente, devido à pequena dimensão das cubas (600l). O vinho foi libertado das borras brutas e voltou para as mesmas barricas para o estágio.

Estagiou 10 meses com as borras finas sob véu (flor ou camada de levedura). As barricas foram enchidas até 5/6 da sua capacidade (500l em 600l), de modo a que as leveduras pudessem desenvolver-se. Sem fermentação maloláctica.

Notas de Prova

O Navazos-Niepoort é um vinho diferente, vibrante, fresco e salgado. É um vinho cheio de carácter, revelando a pura expressão do solo calcário. Combina na perfeição com todo o género de “tapas”, demonstra todo o seu potencial de preferência acompanhando comidas. Encorpado, sem ser pesado, seco, sem ser agressivo.

Informação Técnica

Produtor

Equipo Navazos / Niepoort

Região

Jerez de la Frontera, Espanha

Tipo de Solo

Calcário

Castas

100% Palomino Fino

Período de Vindima

Setembro

Forma de Vindima

Manual

Maloláctica

Não realizada

Fermentação

Bota

Engarrafado

Novembro 2010

Estágio

10 meses em bota

Álcool (%)

13.07

pH

3.21

Acidez Total (g/dm3)

4.85

Acidez Volátil (g/dm3)

0.44

SO2 Livre de Enchimento (mg/dm3)

91

Produção

5.655 garrafas

Sugestão de acompanhamento

Ostras, marisco, conservas, enchidos, presunto, queijos fortes.

A Niepoort e a Equipo Navazos juntaram-se para elaborar este Vinho, feito 100% com uvas da casta Palomino Fino, provenientes de uma das vinhas históricas de Albariza, na região Espanhola de Jerez de La Frontera. O vinho foi produzido seguindo as mesmas técnicas de vinificação de há dois séculos, quando as uvas eram fermentadas em barrica, com leveduras indígenas e o vinho envelhecido sem fortificação, sob véu de leveduras (“flor”), durante 4 a 5 meses. A tradição e o futuro juntam-se num vinho fantástico e original.

Vinificação

Suave prensagem das uvas, seguida de fermentação com leveduras indígenas em barricas velhas (40 anos) de carvalho Americano, chamadas “bota”. Com controlo de temperatura natural, o vinho foi passado a limpo para decantar as borras grossas, voltando para os mesmos depósitos para seguir o envelhecimento. As barricas só se encheram até 5/6 da sua capacidade, de modo a que as leveduras se pudessem desenvolver. O vinho esteve 7 meses em contacto com as borras finas, sob véu de leveduras (flor). Sem fermentação maloláctica.

Notas de Prova

Navazos-Niepoort é um vinho diferente, com aromas típicos de Jerez e notas de calcário e pó de giz. É um vinho cheio de carácter, vibrante, fresco e mineral, sendo a pura expressão do solo calcário onde nasceu. É a combinação perfeita para todos os tipos de “tapas”, mostrando o seu melhor acompanhado de um bom prato.

Encorpado mas não pesado, seco, mas não agressivo.

Informação Técnica

Produtor

Equipo Navazos / Niepoort

Região

Jerez de la Frontera, Espanha

Tipo de Solo

Calcário

Vinhas

Albariza

Período de Vindima

Setembro

Forma de Vindima

Manual

Maloláctica

Não realizada

Fermentação

Bota

Engarrafado

Agosto 2011

Estágio

7 meses em bota

Álcool (%)

12.25

pH

3

Acidez Total (g/dm3)

4.9

Acidez Volátil (g/dm3)

0.4

SO2 Total (mg/dm3)

112

Produção

6.468 garrafas

Sugestão de acompanhamento

Ostras, marisco, conservas, enchidos, presunto, queijos fortes.

A Niepoort e a Equipo Navazos juntaram-se para elaborar este vinho branco, feito 100% com uvas da casta Palomino Fino provenientes de uma das vinhas históricas de Albariza, na região espanhola de Jerez de La Frontera. Na sua sexta edição, este vinho foi produzido seguindo as mesmas técnicas de vinificação de há 200 anos. As uvas foram fermentadas em “bota”, com leveduras indígenas, seguindo-se o estágio sob um véu de “flor” durante oito meses. A tradição e o futuro juntam-se num vinho fantástico e original!

Vinificação

Depois de uma vindima muito difícil em 2013, o ano de 2014 trouxe de novo a excelência, à região em geral, e à vinha histórica localizada em Pago Macharnudo Alto, em particular. As uvas foram suavemente prensadas, seguindo-se a fermentação com leveduras indígenas, em barricas velhas de carvalho americano denominadas “bota”. A temperatura foi controlada naturalmente, dada a pequena dimensão dos depósitos (600 l). O vinho envelheceu durante 8 meses com as borras finas sob “flor”. As barricas foram enchidas até 5/6 da sua capacidade, de modo a que as leveduras se pudessem desenvolver.

Notas de Prova

O Navazos-Niepoort 2014 é um vinho com um carácter frutado invulgar, apesar da influência das leveduras “flor”. Com aromas típicos de Jerez, tais como notas de calcário e pó de giz, é um vinho cheio de carácter, vibrante, fresco e mineral. Encorpado mas sem ser pesado, seco mas não agressivo é um vinho incrivelmente gastronómico!

Informação Técnica

Produtor

Equipo Navazos / Niepoort

Região

Jerez de la Frontera, Espanha

Tipo de Solo

Calcário

Vinhas

Albariza

Período de Vindima

Setembro

Forma de Vindima

Manual

Maloláctica

Não realizada

Fermentação

Bota (barricas antigas de carvalho americano)

Engarrafado

Dezembro 2015

Estágio

8 meses em bota

Álcool (%)

13

Sugestão de acompanhamento

Combina perfeitamente com tapas, peixe ligeiramente cozinhado e marisco. Acompanha bem arroz claro, pratos de massa e saladas de sabor delicado.